• Cátia Almeida

Estarei a capitalizar o feminismo ou a empoderar mulheres com a minha marca?

Como feminista que sou às vezes questiono-me sobre quais são as melhores formas de partilhar e expressar os valores subjacentes ao movimento, como a igualdade de direitos, o empoderamento da mulher e a sua libertação face a uma sociedade patriarcal.


gif


Há quem sinta que a melhor forma de expressar o feminismo é de forma activa na rua, ao estar presente em manifestações. Mas nem sempre há espaço para esses eventos ou às vezes somos um pouco mais contidas e tímidas para nos expressarmos dessa forma.


Eu acredito que existem inúmeras formas de me manifestar como mulher feminista desde conversar abertamente do tema com amigos e família, ler livros sobre o assunto (As Feministas Não Usam Cor-De-Rosa e Outras Mentiras) e outra delas é precisamente criar, através da minha marca, artigos que manifestem esses valores, desde simples canecas para usarmos todos os dias enquanto tomamos o pequeno-almoço, a planners para nos ajudar a organizar a semana e claro, t-shirts e fios com frases explícitas de apoio ao movimento.


Se pode ser considerada uma forma de capitalização? Bem, feliz ou infelizmente vivemos num sistema económico capitalista e temos todas/os de trabalhar para ganhar dinheiro e (sobre)viver.


Mas se posso fazer do meu trabalho uma forma de expressar os meus valores e enviar um bocadinho de feminismo até à casa de quem compra os meus artigos, acredito que esteja no caminho certo!


Acima de tudo nunca quis que a Vanilla Vice fosse apenas uma marca de roupa e acessórios da moda mas sim um canal de partilha e comunicação com mais pessoas que pensassem e sentissem como eu... e espero genuinamente conseguir manter sempre esse pilar na marca.


Eu uso orgulhosamente uma T-Shirt a dizer «No Bra Club» porque sei que vai dar que falar e se alguém perguntar terei todo o prazer em partilhar aquilo que sinto em relação ao facto dos mamilos das mulheres serem censurados face aos dos homens.




Todos os dias uso o meu Fio «we should all be feminists» e quem me conhece pela primeira vez já sabe que está a conhecer uma feminista. Já foi visto e troçado por homens «O que diz o seu fio? Ahh... lol» com um riso condescendente. Também o usei no meu primeiro date com o meu actual namorado que ficou logo a saber com quem estava a lidar, antes sequer de eu abrir a boca ahah




E a colecção Boobies? Haverá melhor forma de mostrar a alguém que entre na nossa casa o nosso empoderamento feminino e a sensação de quem sabe perfeitamente o quer para si enquanto mulher?




Conclusão: para mim será sempre um orgulho criar e vender artigos que tenham esses valores associados e faço-o como forma de me expressar. Sei que do outro lado tenho-vos a vocês, clientes e amigas que partilham os mesmos ideais e sei que juntas podemos chegar mais longe neste desafio que é tornar a sociedade mais equitativa para nós.


Somos Feministas e com orgulho! Por isso é também com orgulho que te deixo aqui a minha colecção Feminista para cuscares e quem sabe expressares-te através dela também! 💖