• Cátia Almeida

Está tudo bem em não estar tudo bem!


Se estás aqui a ler isto tenho a certeza que és uma mulher forte, sonhadora e ambiciosa. Mas deixa-me dizer-te que nós, essas mulheres, também temos os nossos dias maus, as nossas fases pessimistas, os nossos momentos de cansaço extremo e a vontade de desligar tudo e fugir um mês para as Maldivas.


Ter o teu próprio negócio é literalmente um fardo pesado! Quer já vivas disso ou ainda seja um part-time, quer estejas nisso sozinha ou já tenhas uma equipa a trabalhar para ti, essa sensação de responsabilidade, o peso da tomada de decisão, a obrigação de ser inventiva e criativa a toda a hora… estou em crer que nenhuma destas sensações desaparecem nunca.


Por essa razão é normal que de vez em quando estejamos em baixo, mais tristes ou angustiadas e até com vontade de desistir. Quem é que nunca passou por isto? Eu por mim falo, tenho fases de saturação completa em que não me apetece fazer nada, nem tirar fotos, nem responder a mensagens e não raras as vezes estas alturas coincidem com dias em que as vendas também não estão fantásticas (para não dizer pior ahah).


No entanto a experiência ensinou-me que não passa de uma fase, de um ou outro dia mau e que está tudo bem em sentir-me assim, é super válido! Por isso nesses dias permito-me descansar, desligar um bocado e quando “regresso” venho sempre com energia renovada para voltar em força 😊


Também costumas passar pelo mesmo?