• Cátia Almeida

Porque devemos criar rotinas?

Atualizado: 30 de jan.


porque devemos criar rotinas

Nunca consegui ler ou pronunciar a palavra rotina sem sentir um arrepio a subir pela coluna acima. Para mim era um sinónimo de tédio e de obrigações penosas e sempre fui um pouco adversa a isso. Obviamente que a vida se encarregou de me dizer que afinal ter rotinas não era esse bicho papão do aborrecimento e, ao trabalhar sozinha e por conta própria, comecei a compreender que afinal eram mesmo essenciais.


Afinal, o que me fez mudar de ideias?


1. Em primeiro lugar ajudou-me a diminuir a ansiedade e trouxe-me mais organização em todas as áreas da minha vida: definir horários para trabalhar, para comer e para descansar. Confesso que ainda estou bem longe do que quero mas pelo menos já comecei a trabalhar nisso e já comecei a sentir grandes efeitos;


2. Sei que ganhei mais saúde a mudar pequenas tarefas diárias e a repeti-las, como por exemplo, fazer uma caminhada de pelo menos 30 minutos e tomar todos os dias as vitaminas, que comecei a associar à hora do almoço para nunca mais me esquecer;


3. Notei grandes diferenças na minha pele a partir do momento em que comecei a escrever na minha Agenda qual era o dia de fazer uma esfoliação à cara e ao corpo: agora que tenho essa rotina escrita nunca me esqueço, ao passo que antigamente fazia quando me lembrava que era basicamente uma vez de 3 em 3 meses.


4. Finalmente estou a conseguir ler a pilha de livros que estava na estante a ganhar pó: comecei a ler todas as noites antes de me deitar, nem que sejam só 3 páginas mas foi o suficiente para voltar a ter essa rotina que me ajuda a adormecer melhor e, obviamente, a aproveitar todos os benefícios que a leitura traz.


Estes pequenos passos, vistos de forma isolada, até podem parecer insignificantes mas é a repetição constante dos mesmos que irá fazer uma grande diferença mais à frente. Como o nosso cérebro funciona por repetição, quantas mais vezes repetirmos as mesmas atividades, mais rápido estas vão ser automatizadas ao nosso quotidiano e gerar transformações positivas.


Imagina como estarei muito melhor daqui a 6 meses se continuar a fazer as caminhadas, continuar a tomar as vitaminas de forma diária e consistente e o quanto linda e luminosa a minha pele não estará se continuar a fazer a esfoliação duas vezes por semana! 😍


Ao criar uma rotina, estamos também a criar um hábito e segundo os especialistas para criar um novo hábito e assimilá-lo ao nosso dia-a-dia temos que o repetir durante pelo menos 21 dias seguidos, portanto a constância e a perseverança têm aqui um peso muito importante para não nos deixar desmotivar e desistir.


Há certos hábitos saudáveis que é bom mantermos em modo “piloto-automático” e é nesses que nos devemos focar para criar as melhores rotinas para cada uma de nós e simplificarmos o nosso dia-a-dia. Tudo o resto acho que podemos deixar ao acaso e com muito improviso porque afinal de contas o objetivo está bem longe de nos transformarmos num robot.


E tu, que rotinas já tens planeadas para este ano novo?


Deixo-te aqui algumas ideias:

  • Criar o momento da leitura ou de ouvir música/podcast

  • Fazer uma limpeza à pele semanalmente

  • Adicionar um prato de sopa às tua refeições

  • Criar um momento para estudar ou fazer cursos online

  • Ligar a alguém que te é querido

  • Beber 1.5l de água

  • Desligar as notificações no telemóvel à noite

  • Fazer alongamentos ao acordar

  • Escrever um Diário