• Cátia Almeida

É possível gerir o meu negócio em Part-Time?

Atualizado: Out 8



Se trabalhas a full-time numa empresa mas passas a vida a sonhar com o teu próprio negócio, este post é o SIM que estás a precisar de ouvir, quando te perguntas se é possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo.


Durante mais de 3 anos trabalhei a full-time como Coordenadora de uma Agência Imobiliária, das 9h30 às 19h, enquanto geria a Vanilla Vice em part-time e por isso sim, posso dizer-te que é possível e que tu também consegues. Não posso é mentir-te e fingir que é fácil ou que dá tempo para fazeres tudo o que te apetecer, pelo contrário, vai exigir que tenhas menos tempo livre, menos folgas, menos férias e mais empenho e dedicação no trabalho.


Hoje trago-te algumas dicas que vêm da minha experiência pessoal e como consegui gerir os dois trabalhos.


Como geria os meus horários:


Dias da Semana


9:30 - 13:00 - Trabalho na Agência Imobiliária


13:00 - 14:30 - Na hora de almoço aproveitava para responder às mensagens e ir aos CTT fazer os envios


14:30 - 19:00 - Trabalho na Agência Imobiliária


21:00 - 23:30 - Fazia os pedidos para o dia seguinte, respondia aos e-mails, tratava de assuntos pendentes.


Fins de Semana


Sábado 09:00 - 22:00 - Trabalhava o dia todo na Vanilla Vice: fazia Feiras e Mercados ou fotografava produto, planeava Redes Sociais e Newsletters, editava o site, respondia a mensagens e e-mails, comprava mais stock, etc.


Domingo - De manhã trabalhava na Vanilla Vice: arrumar stock e preparar pedidos para 2ª feira. À Tarde e de noite folgava.


Férias e Feriados


Dependia sempre do que tinha por fazer. A maior parte das vezes aproveitava o tempo livre do trabalho full-time para trabalhar na Vanilla Vice ou fazer um curso, workshop, webminar, etc. Outras vezes folgava e ía de férias, quando assim era possível.


Sempre coloquei a Vanilla Vice à frente do lazer porque era realmente o meu sonho e onde eu queria trabalhar a full-time... e só assim o consegui :)


Algumas Dicas extra:


DICA #1 - Não te despeças logo!


Vais precisar de tempo para pensar, estruturar e começar a fazer realmente dinheiro com o teu negócio e se estiveres sempre preocupada com o dinheiro ao fim do mês dificilmente conseguirás ser criativa ou produtiva.


Claro que vai ser exigente e vais precisar de te manter mais focada do que nunca mas é super possível teres os 2 trabalhos: o full-time serve para pagares as contas e deixar-te tranquila para que possas trabalhar mais descansada no teu part-time de sonho.


DICA #2 - Organiza o teu tempo


Se dedicares todos os dias 3 horas ao teu negócio, ao final da semana já são 15h no teu dream job! E se estiveres disposta a trabalhar no fim-de-semana ainda consegues tirar mais umas horas para fazer crescer o teu negócio ;) Acredita que faz toda a diferença. Mantém o foco e não desistas, é um esforço que irá valer a pena mais tarde.


DICA #3 - Separa já as contas


Podes ainda não estar a fazer muito dinheiro mas é importante começares a separar a tua conta pessoal da do teu negócio porque acima de tudo vai dar-te uma visão muito mais clara do que estás realmente a faturar com a tua marca. Só assim conseguirás medir e avaliar quando será a altura própria para dares o salto e passares a trabalhar mais na marca do que para outras pessoas.


DICA #4 - Abre já atividade nas finanças


Para formalizar o teu negócio podes começar por abrir actividade como empresária em nome individual. Deves sempre falar com um/a contabilista ou mesmo diretamente com as Finanças para te ajudarem mas os custos de legalizar o teu negócio podem ser literalmente zero!

Por estares a começar e como trabalhas também por conta de outrem, tens várias isenções de IVA e de Segurança Social por isso são regalias que deves aproveitar!

Garanto-te que não há nada melhor do que levares o teu negócio a sério logo desde o início e mesmo que mais tarde decidas não continuar, é só fechar a atividade e está tudo bem.


DICA #5 - Parte para a acção!


No início é normal sentir que ainda não temos nada para começar ou que é melhor juntar dinheiro primeiro, despedirmo-nos e começar depois.

A minha experiência pessoal diz-me que o melhor é começar já! Se ainda estás a pensar se deves ou não deves começar, o meu conselho é inicia com o que tens e com o tempo que podes despender agora e a partir daí vais crescendo com o negócio.


Coloca o máximo de ti na tua marca e não desistas perante as dificuldades, se eu tivesses desistido nessa altura hoje não estaria aqui! Acredita em ti e nas tuas capacidades, trabalha e dedica-te à tua marca com empenho e paixão e, em breve, poderás estar a viver dela!


Guarda este post no Pinterest para leres e relembrares mais tarde! Passa o rato em cima desta imagem e cria um Pin.